BEM-VINDO VIAJANTE! O QUE BUSCA NO MULTIVERSO?

Review | Alice no País dos Pesadelos

Se a obra original de Lewis Carroll é um clássico psicodélico e nonsense, o livro-jogo Alice no País dos Pesadelos, de Jonathan Green e Jambo Editora, abraça a loucura e as sombras dos pesadelos para ampliar o que há de mais bizarro no País das Maravilha em uma aventura repleta de perigos para a saúde e a sanidade de nossa protagonista.
Anos após sua última aventura no País das Maravilhas, Alice é mais uma vez chamada ao mundo mágico de animais falantes e cartas de baralho vivas, mas algo está... diferente. Mais estranho e soturno. Enfrentando seres grotescos e obstáculos incompreensíveis, Alice terá que dar um fim na Rainha de Copas para acabar com sua tirania. Mas neste mundo de sonhos nem tudo é o que parece e logo Alice terá de lutar para salvar a si mesma do pesadelo.
Ambientado no mundo clássico de Lewis Carrol, Alice no País dos Pesadelos é um livro diferente: aqui, VOCÊ é a protagonista. Veja bem, por se tratar de um livro-jogo como os clássicos da série Aventuras Fantásticas, esse não é um livro comum em que você lê do início ao fim. Como um livro interativo, são as suas escolhas - através dadas durante a narrativa - que ajudarão Alice a ser bem-sucedida em sua aventura. 
Mas não há garantias de vitória! Afinal, ainda há a parte jogo nessa história.
O livro oferece três formas de jogar: utilizando dois dados de seis lados OU um baralho de 52 cartas - para os combates e demais usos do fator sorte - OU simplesmente ignorando as regras, presumindo sempre passar em todos os testes e vencer cada luta. Mas note que mesmo jogando desta forma você ainda poderá falhar! Há desafios de lógica e opções que te encaminham para um fim súbito. Cada anotação é fundamental para trilhar o melhor caminho. A curiosidade pode ser a sua salvação ou o seu fim. Tudo isso faz desta uma obra mais interativa e imersiva, e com um simples vacilo um LABIRINTO DESGRAÇADO(!!!) pode te fazer sentir um pouco da loucura que a trama busca te entregar a cada página (eita, ódio). 
Aqueles que conhecem a fundo a obra original, notarão que Green entrega uma série de referências e citações que demonstram bastante amor pela criação de Carrol por trás de cada distorção, piração e aflição. Contudo, aqueles que nada conhecem, ainda encontrarão uma narrativa completa e independente guiando a trama da aventura, entregando tudo que o jogador precisa saber.
Não se deixe enganar pelo traço fofo da capa ilustrada por Eudetenis! Por sua temática e algumas descrições de cena, Alice no País dos Pesadelos não é um livro-jogo para ser aproveitado pelos leitores mais jovens. Porém pode ser bem absorvidos por leitores a partir dos 11-12 anos em busca de aventuras.
E por falar sobre arte, o livro possui diversas ilustrações internas em diferentes estilos - uma mais bacana que a outra - que ajudam, para o bem e para mal, o leitor na visualização e imersão nos horrores e na psicodelia da obra.
Para quem estava procurando uma aventura diferente para incluir em suas leituras, chegou a hora de tomar o controle da narrativa e se desafiar em meio a pesadelos e insanidades. Alice no País dos Pesadelos é uma excelente pedida, em especial agora com aproximação do Halloween. 
Título: Alice no País dos Pesadelos
Autor: Jonathan Green | Tradutor: Vinícius Mendes
Editora: Jambô Editora | Páginas: 288
Ano: 2020 | Gênero: Livro-Jogo

Interlúdio.:02 | Enraizados


Reproduzir Em Uma Nova Aba - Faça o Download - Arquivo Zip
 
Neste episódio o Capitão Ace Barros e sua Imediata, Hall-e, tiram uma folga em meio a uma floresta encantada e deixam que a Camila Loricchio e o Samuel Muca comandem a Interlúdio em uma viagem pelas páginas de Enraizados, obra de Naomi Novik, na companhia de Lígia Colares, Fernanda Castro, Patrícia Souza e Thiago Ambrósio Lage.
Embarque conosco nessa transmissão com bastante spoilers abordando mais detalhes dessa fascinante leitura, suas relações com contos de fadas e o folclore eslavo, tome cuidado com o Dragão e com a floresta, e entenda quão importante pode ser a presença ou a ausência de raízes em nossas vidas.
Acompanhe-nos, estimado explorador de universos!

DURAÇÃO: 1 hora 14 Minutos 02 Segundos

COMENTADOS NO PODCAST:
A TRIPULAÇÃO NAS REDES:
Twitter: @MultiversoX - @CapAceBarros - @_Airechu - @JulioBarcellos - @sih_souz - @camiaetria - @samuelmuca_
Instagram: @multiversox - @_airechu @juliobarcellos - @castelodecartas -  @samuelmuca_dd
Facebook: Multiverso X
Skoob: 
CapAceBarros - Airechu - JulioBarcellos - Sih - Camila Loricchio - Diogo - Samuel Muca

QUER O FEED PARA ADICIONAR NO SEU AGREGADOR FAVORITO?

Assine o nosso feed: feeds.feedburner.com/multiversox/podcast

SUGESTÕES, CRÍTICAS E DÚVIDAS:

Envie e-mails para: contato@multiversox.com.br

TRILHAS:
Take a Chance by Kevin MacLeod
Fanfare for Space by Kevin MacLeod


#ClubedoMultiverso.:07 | Araruama - O Livro das Raízes


Reproduzir Em Uma Nova Aba - Faça o Download - Arquivo Zip
 
Está no ar mais um #ClubedoMultiverso. Aqui, junto com nossos leitores e ouvintes, entregamos o resultado dos debates sobre a leitura conjunta de uma determinada obra, realizada em nossa comunidade no Discord no mês anterior.
O livro tema da nossa leitura coletiva realizada em Agosto é a sequência de uma das melhores leituras que tivemos em nosso clubeAraruama - O Livro das Raízes, de Ian Fraser. Nesse episódio, junto do Capitão Ace Barros, estão AirechuCamila Loricchio e Samuel Muca..
Ouça e descubra o que achamos dessa leitura; quais pontos mais nos agradaram e mais desagradaram; entenda como nos conectamos com essa história; e viaje conosco nesse novo passo da jornada dos jovens que mudarão o mundo e darão origem a Araruama.
Acompanhe-nos, estimado explorador de universos!

DURAÇÃO: 1 hora 34 Segundos

COMENTADOS NO PODCAST:
A TRIPULAÇÃO NAS REDES:
Twitter: @MultiversoX - @CapAceBarros - @_Airechu - @JulioBarcellos - @sih_souz - @camiaetria - @samuelmuca_
Instagram: @multiversox - @_airechu @juliobarcellos - @castelodecartas -  @samuelmuca_dd
Facebook: Multiverso X
Skoob: 
CapAceBarros - Airechu - JulioBarcellos - Sih - Camila Loricchio - Diogo - Samuel Muca

QUER O FEED PARA ADICIONAR NO SEU AGREGADOR FAVORITO?

Assine o nosso feed: feeds.feedburner.com/multiversox/podcast

SUGESTÕES, CRÍTICAS E DÚVIDAS:

Envie e-mails para: contato@multiversox.com.br


Interlúdio.:01 | Pátria (Trilogia do Elfo Negro Vol.1)


Reproduzir Em Uma Nova Aba - Faça o Download - Arquivo Zip
 
A bordo da Interlúdio, o Capitão Ace Barros e sua Imediata, Hall-e, pedem ajuda a Diogo Fernandes, Camila Loricchio para explorar as páginas de Pátria - primeiro volume da Trilogia do Elfo Negro e início da serie A Lenda de Drizzt - e entender as origens do Drow mais famoso do RPG e da literatura.
Embarque conosco em dois blocos - um SEM e outro COM spoilers - abordando mais detalhes dessa fascinante leitura, suas relações do Dungeons & Dragons e o cenário de Forgotten Reamls, e dando motivos para vocês ler essa obra de fantasia repleta de intrigas, um elfo negro de bom coração e a Guenhwyvar.
Acompanhe-nos, estimado explorador de universos!

DURAÇÃO: 1 hora 04 Minutos 11 Segundos

COMENTADOS NO PODCAST:

Livro | 
Pátria (Trilogia do Elfo Negro Vol.1) - Compre na Amazon - Compre na Jambô EditoraSkoob

ENCONTRE O X DO MULTIVERSO:
Faça parte do nosso grupo do Discord


A TRIPULAÇÃO NAS REDES:
Twitter: @MultiversoX - @CapAceBarros - @_Airechu - @JulioBarcellos - @sih_souz - @camiaetria - @samuelmuca_
Instagram: @multiversox - @_airechu @juliobarcellos - @castelodecartas -  @samuelmuca_dd
Facebook: Multiverso X
Skoob: 
CapAceBarros - Airechu - JulioBarcellos - Sih - Camila Loricchio - Diogo - Samuel Muca

QUER O FEED PARA ADICIONAR NO SEU AGREGADOR FAVORITO?

Assine o nosso feed: feeds.feedburner.com/multiversox/podcast

SUGESTÕES, CRÍTICAS E DÚVIDAS:

Envie e-mails para: contato@multiversox.com.br

TRILHAS:
Take a Chance by Kevin MacLeod
Fanfare for Space by Kevin MacLeod


Catarse | Reden - App de livros-jogos

Nessa semana o estúdio Flyve anunciou o lançamento do financiamento coletivo do aplicativo Reden, que promete uma nova forma de ler histórias. O aplicativo com previsão de lançamento em novembro desse ano será gratuito, disponível para Android e IOS, contando com apoio de um edital local. “O usuário enquanto lê uma história vai tomar decisões da continuação das cenas, com trilha sonora, efeitos visuais e artes de personagens e cenários para proporcionar uma maior imersão”, conta Lucas de Lucca, um dos criadores.
Segundo os criadores, o aplicativo recebeu o incentivo do Fundo Municipal de Cultura de Bento Gonçalves, que financiou a publicação do livro-jogo digital “O Valor da Força”, no entanto a equipe decidiu ir além do proposto no edital. “Percebemos que injetando nossas reservas conseguiríamos criar um aplicativo que abrigasse centenas de histórias e não só uma e foi assim que o Reden nasceu. O problema é que inserir novas histórias custa muito caro e esse dinheiro nós não temos”, conta de Lucca. 
“Estamos em busca de financiar quantas histórias conseguirmos. O projeto no Catarse permite que escritores comprem o poder de participar do Reden com um conto e até um romance, então sabemos que a plataforma pode crescer rápido, mas precisa manter a qualidade”, conta Victor Ochoa, direto de desenvolvimento do aplicativo. 
O prêmio do edital deu dinheiro o suficiente para fazer "O Valor da Força" e desenvolver a tecnologia do app. A dupla decidiu aproveitar a chance e investir udo próprio do nosso bolso para fazer não só uma história, mas um app onde poderiam publicar quantas histórias quisessem e a partir disso começaram a receber textos e artes de todo o Brasil para compor o primeiro lançamento, previsto para Novembro. Agora, com o Catarse, o projeto promete ser maior!
Para quem não conhece, o funcionamento de um financiamento coletivo é simples: os objetivos são esclarecidos na página da campanha e as recompensas são apresentadas, o apoiador escolhe entre as possibilidades com quanto irá contribuir já sabendo qual será a sua recompensa. Quando a meta não é alcançada o dinheiro é devolvido, e em algumas campanhas quando o valor estipulado é ultrapassado metas extras bonificam aqueles que contribuíram (não necessariamente todos, isso varia de recompensa para recompensa e de campanha para campanha).
Para participar do financiamento de Reden, basta escolher o apoio que contemple aquilo que seja do seu interesse e caiba no seu bolso. A campanha ficará disponível por mais 48 dias no Catarse (a contar de 22/08) e tem entrega de recompensas prevista para Novembro de 2020. 
Agora que você já está por dentro de tudo confira a página do projeto no Catarse no abaixo e descubra mais informações: quais exatamente são as recompensas, detalhes sobre como seu dinheiro será investido, artes etc. A campanha segue aberta até o dia 09 de outubro e pode ser acessada pelo link catarse.me/reden.

Catarse | THE LEGACY OF MEPHIROT

Um card game sombrio chega ao Catarse em busca de sua atenção e apoio! The Legacy of Mephirot é um jogo físico de cartas colecionáveis em que você controla uma Warlady e lidera um exército mortal. O objetivo da campanha é buscar apoios para produzir dois decks (baralhos) da Coleção Reino Devastado: Ira Indomável e Amante da Discórdia, entre 10 de Agosto a 09 de Outubro.
The Legacy of Mephirot é o primeiro jogo da Mistik Dawn of Soul, desenvolvedora e editora independente de jogos dark-fantasy e terror, e precisa do apoio das pessoas que curtem bons jogos para começar a jornada nesse universo com pé direito. 
Este é apenas o início, segundo dupla brasileira Philip Feldrick e Pamella Avelar. “Iniciamos a jornada no universo de Mephirot. Além desse card game, outros projetos estão em desenvolvimento”, contou Feldrick. Ainda segundo os autores, Mephirot é uma saga dark-fantasy marcada por guerras, horror e personagens icônicos. Escolheram começar a apresentar essa história sombria através do card game e afirmam: “Podem aguardar por um jogo rico em história e em jogabilidade.”
A Coleção Reino Devastado se passa nas terras de Metalqueen, sociedade de guerreiras temidas em Mephirot. Esse império atraiu muitos inimigos ao longo de anos, levando-o à ruína.
No jogo, você pode utilizar uma das quatro antigas generais de Metalqueen, ou escolher a l íder de uma ordem diabólica. Conhecidas como Warladys, elas representam diferentes decks. Entretanto, para viabilizar o financiamento, a campanha será dividida em duas partes: a primeira com dois decks, financiamento iniciado em Agosto de 2020; e a segunda parte que apresentará outros três decks terá a data divulgada após bater a meta da primeira campanha.
O JOGO

The Legacy of Mephirot é um card game 100% nacional; TCG; fácil de aprender; estratégico e permite jogar com até 5 pessoas (decks individuais), em um dos 4 modos de jogo.
Cada deck possui 40 cartas, sendo 1 card especial de Warlady; 17 guerreiros; 11 fascínios e 11 equipamentos. Além disso, na caixa vem: 1 playmat + 2 marcadores + 1 manual.
As habilidades das Warladys e de seus guerreiros fazem com que a disputa fique ainda mais interessante. Com o uso do “Tempo de Reação”, tendo reserva de Mistik, os jogadores podem montar estratégias incríveis.
Faça parte desse legado! Apoie o projeto The Legacy of Mephirot: Reino Devastado, no Catarse.
Para quem não conhece, o funcionamento de um financiamento coletivo é simples: os objetivos são esclarecidos na página da campanha e as recompensas são apresentadas, o apoiador escolhe entre as possibilidades com quanto irá contribuir já sabendo qual será a sua recompensa. Quando a meta não é alcançada o dinheiro é devolvido, e em algumas campanhas quando o valor estipulado é ultrapassado metas extras bonificam aqueles que contribuíram (não necessariamente todos, isso varia de recompensa para recompensa e de campanha para campanha).
Para participar do financiamento de The Legacy of Mephirot, basta escolher o apoio que contemple aquilo que seja do seu interesse e caiba no seu bolso. A campanha ficará disponível por mais 52 dias no Catarse (a contar de 18/08) e tem entrega de recompensas prevista para Janeiro de 2021.
Agora que você já está por dentro de tudo confira a página do projeto no Catarse no abaixo e descubra mais informações: quais exatamente são as recompensas, detalhes sobre como seu dinheiro será investido, artes etc.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

● Projeto no Catarse: https://www.catarse.me/mephirot
● Manual do jogo: https://bit.ly/manual-mephirot
● Tutoriais “Como Jogar Mephirot”: https://bit.ly/tutoriais-mephirot
● História de Metalqueen: https://bit.ly/historia-de-metalqueen
● Audioconto da origem de Metalqueen: https://bit.ly/metalqueen-audioconto

REDES SOCIAIS

#ClubedoMultiverso.:06 | Um Estudo em Charlotte



Reproduzir Em Uma Nova Aba - Faça o Download - Arquivo Zip
 
Está no ar mais um #ClubedoMultiverso. Aqui, junto com nossos leitores e ouvintes, entregamos o resultado dos debates sobre a leitura conjunta de uma determinada obra, realizada em nossa comunidade no Discord no mês anterior.
O livro tema da nossa leitura coletiva realizada em Julho é uma nova roupagem para o clássico detetive de Sir Arthur Conan Doyle: Um Estudo em Charlotte, de Brittany Cavallaro. Nesse episódio, junto do Capitão Ace Barros, estão AirechuCamila Loricchio e Simone Souza..
Ouça e descubra o que achamos dessa leitura; quais pontos mais nos agradaram e mais desagradaram; entenda porque essa obra nos incomodou tanto, quais problemas de estrutura, e porque não a recomendamos; e tome cuidado com as pistolagens ao decorrer do programa para não ser atingido por uma palavra perdida.
Acompanhe-nos, estimado explorador de universos!

DURAÇÃO: 1 hora 01 Minutos 41 Segundos

COMENTADOS NO PODCAST:

Livro | Um Estudo em Charlotte, 
de Brittany Cavallaro - Compre - Skoob
Catarse | Apoie Cummulus novo projeto de Camila Loricchio
A TRIPULAÇÃO NAS REDES:
Twitter: @MultiversoX - @CapAceBarros - @_Airechu - @JulioBarcellos - @sih_souz - @camiaetria - @samuelmuca_
Instagram: @multiversox - @_airechu @juliobarcellos - @castelodecartas -  @samuelmuca_dd
Facebook: Multiverso X
Skoob: 
CapAceBarros - Airechu - JulioBarcellos - Sih - Camila Loricchio - Diogo - Samuel Muca

QUER O FEED PARA ADICIONAR NO SEU AGREGADOR FAVORITO?

Assine o nosso feed: feeds.feedburner.com/multiversox/podcast

SUGESTÕES, CRÍTICAS E DÚVIDAS:

Envie e-mails para: contato@multiversox.com.br