BEM-VINDO VIAJANTE! O QUE BUSCA NO MULTIVERSO?

#ClubedoMultiverso.:21 | Bem-Vindos à Rua Maravilha

Imagem retangular com uma montagem de elementos. Sobreposto sobre uma imagem do céu estrelado em tons de azul, um retângulo com bordas brancas contém: a imagem de um palco de teatro com cortinas vermelhas como plano de fundo. No canto centro, um kindle preto destaca a capa do livro Bem-Vindos à Rua Maravilha com a ilustração de diversas pessoas de etnias e corpos diferentes dançando e formando um coração com os braços dando destaque ao casal de rapazes no centro. Em destaque sobre a imagem em letras brancas o título do podcast se destaca no canto inferior esquerdo: Clube de Leitura do Multiverso. Enquanto no canto superior direito três ícones - um foguete um microfone e um número - representam a nave Interlúdio, que se trata de um podcast e sua numeração 21.

Reproduzir Em Uma Nova Aba - Faça o Download - Arquivo Zip
 
Está no ar mais um #ClubedoMultiverso. Aqui, junto com nossos leitores e ouvintes, entregamos o resultado dos debates sobre a leitura conjunta de uma determinada obra, realizada em nossa comunidade no Discord no mês anterior.
Em nossa leitura coletiva de Setembro de 2021, invadimos as coxias de um teatro para acompanhar os bastidores de um musical: Bem-Vindos à Rua Maravilha, obra de Gabriel Mar. Nesse episódio, junto do Capitão Ace Barros, estão Camila Loricchio e Patrícia Souza.
Ouça e descubra o que achamos dessa leitura; saiba o que tanto nos irrita no protagonista; debata sobre os bastidores do teatro; mergulhe na representatividade bem colocada; e receba um incentivo ao consumo de espetáculos teatrais.
Acompanhe-nos, estimados exploradores de universos!

DURAÇÃO54 Minutos e 48 Segundos

COMENTADOS NO PODCAST:

Livro | Bem-Vindos à Rua Maravilha, de Gabriel Mar - Compre - Skoob - Goodreads
A TRIPULAÇÃO NAS REDES:
Twitter: @MultiversoX - @CapAceBarros - @_Airechu - @JulioBarcellos - @sih_souz - @camiaetria - @samuelmuca_
Instagram: @multiversox - @_airechu @juliobarcellos - @castelodecartas -  @samuelmuca_dd
Facebook: Multiverso X
Skoob: 
CapAceBarros - Airechu - JulioBarcellos - Sih - Camila Loricchio - Samuel Muca

QUER O FEED PARA ADICIONAR NO SEU AGREGADOR FAVORITO?

Assine o nosso feed: feeds.feedburner.com/multiversox/podcast

SUGESTÕES, CRÍTICAS E DÚVIDAS:

Envie e-mails para: contato@multiversox.com.br

Interlúdio.:23 | Enferrujados, porém com dicas de leitura

Imagem retangular com uma montagem de elementos. Sobreposto sobre uma imagem do céu estrelado em tons de azul, um retângulo com bordas brancas contém: recortes da ilustração de capa de cada um dos livros citados no episódio em losangos diagonais; no primeiro um homem se encolhe em agonia tomado por chamas; no segundo um grupo heterogêneo de pessoas posa enfrente aos prédios de uma cidade e a figura de um dragão os observa do alto; a silhueta de um lobisomen em cima de prédios com uma lua cheia em destaque ao fundo. 
Em destaque sobre a imagem em letras brancas o título do podcast Interlúdio se destaca no canto inferior esquerdo. Enquanto no canto superior direito três ícones - um foguete um microfone e um número - representam a nave Interlúdio, que se trata de um podcast e sua numeração 23.
Reproduzir Em Uma Nova Aba - Faça o Download - Arquivo Zip
 
A bordo de uma Interlúdio vazia, o Capitão Ace Barros e sua Imediata, Hall-e, recebem ajuda de Camila Loricchio para trazer indicações de leitura enquanto deixam a letargia!
Ouça e saiba mais sobre uma belíssima HQ que envolve dois talentosos artistas e bastante pesquisa; acompanhe um grupo desajustado liderado por um padre combatente do sobrenatural tentando salvar Chinatown (NY) de um demônio antigo; e aventure-se com o mago Thiago Boanerges em uma jornada  que envolve exorcismos, amores e uma dose blues!
Acompanhe-nos, estimados exploradores de universos!

DURAÇÃO: 37 Minutos 53 Segundos

COMENTADOS NO PODCAST:

Apoie | Faça compras na: Amazon - Americanas - Submarino - Magalu - Jambô
Livro | 
O Matrimônio de Céu & Inferno, de Enéias Tavares e Fred Rubim - AVEC - Amazon - Skoob
Livro | As crias de Hastur (A Irmandade do Olho do Corvo Livro 1), A.Z. Cordenonsi - AVECAmazon - Skoob
Livro | Exorcismos, amores e uma dose de blues, de Eric Novello Amazon - Skoob

ENCONTRE O X DO MULTIVERSO:
Faça parte do nosso grupo do Discord


A TRIPULAÇÃO NAS REDES:
Twitter: @MultiversoX - @CapAceBarros - @_Airechu - @JulioBarcellos - @sih_souz - @camiaetria - @samuelmuca_
Instagram: @multiversox - @_airechu @juliobarcellos - @castelodecartas -  @samuelmuca_dd
Facebook: Multiverso X
Skoob: 
CapAceBarros - Airechu - JulioBarcellos - Sih - Camila Loricchio - Samuel Muca

QUER O FEED PARA ADICIONAR NO SEU AGREGADOR FAVORITO?

Assine o nosso feed: feeds.feedburner.com/multiversox/podcast

SUGESTÕES, CRÍTICAS E DÚVIDAS:

Envie e-mails para: contato@multiversox.com.br

#NoRadar | Mephirot: Coletânea de aventuras de RPG em financiamento no Catarse

Atenção fãs de RPG de todo o multiverso: uma nova campanha de financiamento coletivo acaba de entrar em nosso radar! Trata-se de uma edição impressa que reúne três aventuras de RPG que se passam no universo de Mephirot, uma dark-fantasy com mitologia própria, desenvolvida pelo Mistik Studio, estúdio brasileiro independente. 
-
A edição especial e impressa traz histórias anteriormente lançadas na assinatura do Mestres do Medo, outro projeto do Mistik que chegou no Catarse em janeiro deste ano (e nós divulgamos aqui), em que todo mês lança uma aventura de RPG diferente. Com o sucesso do projeto, o próximo passo foi a criação seu cenário de campanha próprio para ambientá-las. O universo Mephirot apareceu nas edições 6, 7 e 8 do Mestres do Medo em formato digital.
-
“A trilogia veio para trazer mais imersão aos jogadores e apoiadores do projeto. Com cenários, NPC’s e inimigos que fazem parte do cânone do universo”, contou Pâmella Avelar, uma das autoras de The Legacy of Mephirot, e acrescentou “Como deu bastante repercussão, achamos que o mundo merecia uma edição compilada e física, pois é só o começo de um universo de possibilidades.”
-
A escuridão do multiverso deu origem a Mephirot, uma dimensão fantástica de maldições e desejos profanos onde histórias sombrias foram escritas. O Senhor dos Dragões, O Monstro do Pântano de Sangue e a Torre da Morte são as aventuras contidas na edição especial.
-
Todas as aventuras podem ser adaptadas para vários sistemas de RPG, embora possuam sistema próprio (que você pode baixar gratuitamente clicando aqui). O formato one-shot (com começo, meio e fim), permite que cada aventura possa ser usada em separado ou se tornar uma campanha. Cada uma delas possui cenários, eventos, inimigos, itens e personagens para criar uma experiência inesquecível. Além de trazerem dicas para mestres em uma edição toda ilustrada.
Para quem não conhece, o funcionamento de um financiamento coletivo é simples: os objetivos são esclarecidos na página da campanha e as recompensas são apresentadas, o apoiador escolhe entre as possibilidades com quanto irá contribuir já sabendo qual será a sua recompensa. Quando a meta não é alcançada o dinheiro é devolvido, e em algumas campanhas quando o valor estipulado é ultrapassado metas extras bonificam aqueles que contribuíram (não necessariamente todos, isso varia de recompensa para recompensa e de campanha para campanha).
-
A campanha estilo Tudo-ou-Nada busca o valor de 7 mil para financiar a edição especial. Além da coletânea física, outras edições do Mestres do Medo também estarão à venda para aqueles que ainda não conhecem o projeto. Para participar do financiamento de The Legacy of Mephirot, basta escolher o apoio que contemple aquilo que seja do seu interesse e caiba no seu bolso. O financiamento coletivo estará disponível no período de 4 de Outubro a 2 de Dezembro de 2021, e tem entrega das recompensas previstas para Março de 2022.
-
Agora que você já está por dentro de tudo confira a página do projeto no Catarse no link https://www.catarse.me/mephirotrpg e descubra mais informações: quais exatamente são as recompensas, detalhes sobre como seu dinheiro será investido, artes etc. Não também de conhecer os demais trabalhos do Mistik Studio no site oficial e nas redes sociais.

#ClubedoMultiverso.:20 | Os Sete Maridos de Evelyn Hugo

Imagem retangular com uma montagem de elementos. Sobreposto sobre uma imagem do céu estrelado em tons de azul, um retângulo com bordas brancas contém: recorte da ilustração de capa de Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, trazendo uma mulher em vestido de festa com colares de pérolas no pescoço.Toda a imagem tem um filtro de tom verde em referência aos vestidos famosos da personagem. Em destaque sobre a imagem em letras brancas o título do podcast se destaca no canto inferior esquerdo: Clube do Multiverso. Enquanto no canto superior direito três ícones - um foguete um microfone e um número - representam a nave Interlúdio, que se trata de um podcast e sua numeração 20.

Reproduzir Em Uma Nova Aba - Faça o Download - Arquivo Zip
 
Está no ar mais um #ClubedoMultiverso. Aqui, junto com nossos leitores e ouvintes, entregamos o resultado dos debates sobre a leitura conjunta de uma determinada obra, realizada em nossa comunidade no Discord no mês anterior.
Em nossa leitura coletiva de Agosto de 2021, acompanhamos a história de uma das maiores estrelas de Hollywood e seus sete casamentos: Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, obra de Taylor Jenkins Reid. Nesse episódio, junto do Capitão Ace Barros, estão AirechuCamila Loricchio e Patrícia Souza.
Ouça e descubra o que achamos dessa leitura; saiba o que tanto encanta em Evelyn Hugo; debata sobre as falhas das personagens; faça sua escala de marido ruim; e debata se o mistério final foi satisfatório ou não.
Acompanhe-nos, estimados exploradores de universos!

DURAÇÃO: 1 Hora 21 Minutos e 35 Segundos

COMENTADOS NO PODCAST:

Livro | Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, de Taylor Jenkins Reid - Compre - Skoob - Goodreads
Resenha | Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, de Taylor Jenkins Reid
A TRIPULAÇÃO NAS REDES:
Twitter: @MultiversoX - @CapAceBarros - @_Airechu - @JulioBarcellos - @sih_souz - @camiaetria - @samuelmuca_
Instagram: @multiversox - @_airechu @juliobarcellos - @castelodecartas -  @samuelmuca_dd
Facebook: Multiverso X
Skoob: 
CapAceBarros - Airechu - JulioBarcellos - Sih - Camila Loricchio - Samuel Muca

QUER O FEED PARA ADICIONAR NO SEU AGREGADOR FAVORITO?

Assine o nosso feed: feeds.feedburner.com/multiversox/podcast

SUGESTÕES, CRÍTICAS E DÚVIDAS:

Envie e-mails para: contato@multiversox.com.br

Em Financiamento | Masks A Nova Geração



Uma nova geração de heróis está pronta para mostrar serviço e você pode fazer parte deles!
A editora Circuito Camaleão está trazendo o livro de Role Playing Game (RPG) Masks: a nova geração para o Brasil em um projeto de financiamento coletivo no Catarse. A campanha, na modalidade tudo ou nada, começou dia 6 de agosto e busca arrecadar R$ 35 mil para imprimir o livro em capa dura.
-
A Circuito Camaleão foi fundada para que Masks: a nova geração de Brendan Conway tivesse sua edição brasileira. Isso porque trata-se de um jogo divertido, leve e ao mesmo tempo desafiador. O sucesso que o jogo tem feito no Brasil mesmo com o material original motivou a editora a trazê-lo para mais pessoas. Não apenas traduzindo, como também promovendo a melhor experiência possível.
-
Mas o que de fato seria Masks? Masks é um jogo de RPG no qual você interpreta jovens super-heróis que estão crescendo em uma cidade com várias gerações heroicas. Pacatópolis teve mais do que seu quinhão de super-heróis, superequipes, supervilões e tudo mais, ao longo de três gerações diferentes de superpessoas. Você será membro da quarta geração, formada por jovens adultos tentando descobrir quem são e que tipo de heróis desejam ser. Afinal, de que adianta ser um herói se você não pode lutar pelas coisas em que acredita?
-
Masks é baseado no premiado sistema Powered by the Apocalypse (PbtA) desenvolvido por Vincent Baker e usado em Apocalypse World, Monsterhearts, Dungeon World e muitos mais. É um sistema leve de regras que alimenta algumas das melhores inovações em jogos nos últimos dez anos. Masks foi construído desde o início para incorporar tudo o que tem de melhor sobre os jogos PbtA além de trazer suas características próprias.
-
Se você assim como eu curte histórias de heróis como Justiça Jovem, Jovens Titãs, Jovens Vingadores, X-Men esse jogo é pra você! Sério, confere mais do projeto e já vai planejando personagens porque os meus já estão até pronto! 


Para quem não conhece, o funcionamento de um financiamento coletivo é simples: os objetivos são esclarecidos na página da campanha e as recompensas são apresentadas, o apoiador escolhe entre as possibilidades com quanto irá contribuir já sabendo qual será a sua recompensa. Quando a meta não é alcançada o dinheiro é devolvido, e em algumas campanhas quando o valor estipulado é ultrapassado metas extras bonificam aqueles que contribuíram (não necessariamente todos, isso varia de recompensa para recompensa e de campanha para campanha).
-
A intenção inicial da editora era fazer um projeto com as mesmas recompensas do financiamento coletivo original, com dados personalizados, baralhos de vilania e de heróis impressos, além daqueles que conseguimos disponibilizar. Entretanto, essas recompensas encareceriam a meta inicial, tornando o projeto difícil de ser financiado por uma editora iniciante. Com isso em mente, os sócios optaram por focar no livro básico, que terá tudo que temos direito - capa dura e miolo colorido -  além de outras recompensas como escudo do mestre, marcador de página, pôster, baralho de vilania em pdf, baralho de heróis em pdf e arte exclusiva do seu personagem! 
-
Apesar de um valor inicial de financiamento mais pé no chão, as metas extras são ambiciosas. Com a possibilidade de ter todos os suplementos impressos, trazendo assim além do livro básico mais três livros no cenário de Masks. Coleção do Diário de Pacatópolis, Segredos da A.E.G.I.S. e Sem fronteiras podem ter desde versões traduzidas em PDF até seu formato físico.
-
Para participar do financiamento de Masks: a nova geração, basta escolher o apoio que contemple aquilo que seja do seu interesse e caiba no seu bolso. A campanha ficará disponível por mais 21 dias no Catarse (a contar de 13/09) e tem entrega de recompensas prevista para Dezembro de 2021 em formato digital e Fevereiro de 2022 em formato físico.
-
Agora que você já está por dentro de tudo confira a página do projeto no Catarse no abaixo e descubra mais informações: quais exatamente são as recompensas, detalhes sobre como seu dinheiro será investido, artes etc. A campanha segue aberta até o dia 19 de Junho e pode ser acessada pelo link catarse.me/masksanovageracao.
A Circuito Camaleão é uma editora que nasceu plural, assim como o circuito camaleão da T.A.R.D.I.S, que se transforma e se adapta ao espaço-tempo em volta, a editora está sempre atenta às mudanças, transformando-se, evoluindo, transicionando entre os diferentes eixos da publicação editorial. Isso não significa falta de foco! Focada em ficção científica e fantasia, busca atrair leitores apaixonados e engajados, que estão dispostos a viver as emoções de publicações progressistas sem deixar de ter o tradicional cuidado editorial brasileiro.


Ana Recalde tem 39 anos e é de Campo Grande, MS. Começou sua carreira como quadrinista no lançamento da revista Patre Primordium, em 2009. Em 2011 iniciou a webcomic Beladona, que no final de 2014 se tornou livro por meio de financiamento coletivo e ganhou o Troféu HQMix como melhor web quadrinho de 2014. Também participou de várias coletâneas como Quadrinhópole, Petisco Apresenta, Clássicos Revisitados: Monstros Noir e Feitiço da Vila. Além de roteirista, também foi organizadora do selo Pagu Comics.
-
Andréia Fernandes tem 29 anos, é mineira, cresceu em São Paulo e mora no Ceará. Está concluindo a graduação em Comunicação Social – Produção editorial na UFRJ.
Desde 2012 estuda o mercado de quadrinhos brasileiro. Trabalhou na organização da SIQ – Semana Internacional de Quadrinhos da UFRJ, foi estagiária na Balão Editorial, foi social media na Banca do Cícero e editora-assistente na Pagu Comics. Atua como freelancer fazendo revisão, preparação e leitura crítica de quadrinhos. Apresenta o Traços Negros, um canal no Youtube, onde entrevista quadrinistas negros de todo o Brasil.
-
Thiago Lima tem 40 anos, é natural do Rio de Janeiro, mas atualmente mora em Campo Grande, MS. Sempre foi fascinado por histórias em quadrinhos, literatura fantástica, RPG, jogos e séries, ao ponto de querer sair do ramo da advocacia para se dedicar exclusivamente à editora.

Review | A Canção de Aquiles

Em A Canção de Aquiles de Madeline Miller, somos transportados para a Grécia Antiga repleta de deuses caprichosos, reis e heróis lendários e tantos outros apresentados na Ilíada de Homero. Nosso guia e narrador, é o jovem e tímido príncipe Pátroclo, que acaba exilado no reino de Fítia, onde encontra Aquiles – filho do rei e da deusa Tétis.
-
A presença do jovem e belo príncipe destinado a ser o maior dos guerreiros de sua época mexe com Pátroclo em níveis que ele é incapaz de compreender, mas certamente está disposto a tentar. Mesmo tão diferentes, os jovens desenvolvem uma forte conexão, que apenas se intensifica durante os anos de treinamento com o centauro Quíron, apesar da desaprovação da mãe divina. Quando surge a notícia de que a rainha de Esparta, Helena, foi raptada e que os homens gregos devem honrar um antigo juramento e partir para Tróia a fim de libertá-la, Aquiles é chamado para cumprir seu destino heróico. Movido pelo amor que sente pelo príncipe de Fítia e temendo perdê-lo por conta da profecia, Pátroclo irá acompanhá-lo para o campo de batalha. Um caminho de glória e sangue, dor e amor, onde até mesmo a tragédia podia contar uma das mais belas histórias.
-
É bom salientar, o conflito contra Tróia — embora seja o ponto central da Ilíada e seja muito bem retratado em diversos momentos aqui — não é o cerne de A Canção de Aquiles. O que encontramos nestas páginas são histórias sobre relações humanas, em diversas formas e contextos.
-
Calcada em uma forte pesquisa acadêmica e bastante respeito à obra original, Miller primorosamente constrói uma narrativa envolvente e ágil que se sustenta por si só. A prosa trazida pela autora - e pela tradução de Gilson César Cardoso de Sousa - é bela e poética, porém longe de ser complicada. É gostoso ler e aproveitar cada detalhe do texto e a forma como é posto, e certamente Madeline Miller ganharia minha atenção apenas por isso. Contudo, ela entrega mais.
-
As personagens desenvolvidas por ela — mesmo quando divinas — são extremamente humanas, para bem ou para mal. Durante toda a primeira etapa do livro, acompanhamos um apaixonado Pátroclo que venera Aquiles e duvida muito de si mesmo. Apesar de em momentos irritante, a presença desses defeitos em contraste com a perfeição de Aquiles é que tornam a sua jornada de crescimento tão interessante. Em especial na segunda etapa — durante a Guerra de Tróia — onde vemos Aquiles cada vez mais humano e falho, e Pátroclo cada vez mais profundo, interessante e capaz. Em muitos momentos me envolvi em sentimentos mistos em relação a diversos personagens tão bem fui enredado por sua construção.
-
Para uns, o reencontro com uma história clássica através de um novo olhar. Para outros, a descoberta de um mito antigo mediante uma narrativa moderna que pode ou não despertar curiosidade pela obra original. Independente de qual for o ponto de partida, o destino final é o mesmo: uma fantástica e envolvente narrativa trágica sobre sobre o amor!

Título: A Canção de Aquiles | Editora: Planeta - Minotauro
Autora: Madeline Miller | Tradução: Gilson César Cardoso de Sousa
Ano: 2021 | Gênero: Romance, Ficção Contemporânea, Drama

COMPRE - SKOOB - GOODREADS


Review | Os Sete Maridos de Evelyn Hugo

Imagem retangular com uma montagem de elementos. Sobreposto sobre uma imagem do céu estrelado em tons de azul, um retângulo com bordas brancas contém: um recorte da capa do livro Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, mostrando uma figura feminina  em um vestido de festa e colar de perolas. A imagem usa um filtro verde que impede de perceber maiores detalhes.

O #ClubedoMultiverso, nosso clube de leituras, tem proporcionado diversas experiências em relação a gêneros e formatos literários, em sua maioria extremamente positivas. A mais recente delas foi com Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, obra de Taylor Jenkins Reid.
-
Quem me conhece sabe bem disso, mas essa é uma leitura que não se encaixa no meu padrão habitual e, apesar de todo furor e elogio, certamente não teria entrado no meu radar. É necessário destacar esse ponto logo no início dessa postagem justamente para garantir que você que é como esse eu do passado — um tanto limitado sobre o que lê ou não — não desperdice a chance de ler uma obra incrível.
-
O livro conta a história de Monique Grant, uma jovem jornalista que finalmente conseguiu emprego em uma revista em Nova York após anos de trabalhos como freelancer. Quando a lendária estrela de cinema Evelyn Hugo a escolhe para uma entrevista exclusiva, Monique vê uma oportunidade de se destacar, mudar sua vida profissional e deixar de lado os problemas do casamento. No entanto, mal sabia ela que Evelyn tinha os próprios planos, muito maiores, para ela.
-
Prestes a completar oitenta anos e reclusa em seu apartamento no Upper East Side, a famigerada atriz decide que será Monique quem contaria a sua "verdadeira história", não em uma matéria, mas em sua biografia, com tudo de bom e de ruim que já lhe aconteceu e/ou realizou. Ao aceitar a tarefa, a jovem repórter se dá conta de que nada é por acaso e que suas vidas e trajetórias podem estar conectadas por um segredo que Evelyn esconde.
-
A narrativa criada por Taylor Jenkins Reid — e por consequência a tradução Alexandre Boide — é envolvente em vários níveis. Apesar da complexidade nas escolhas das personagens e temáticas abordadas, o texto é simples e fluido, e aguça o leitor através da construção daquela realidade e da intimidade proporcionada pelas narradoras. Reid consegue trabalhar muito bem as narrativas — sim, no plural — em primeira pessoa e brincar com os tempos verbais, também adicionando variações aos formatos, como notas de colunas sociais e fofocas sobre os acontecimentos narrados durante a trama.
-
A autora cria personagens críveis, falhas, porém fortes e cativantes cada qual à sua maneira. A construção de tudo em torno do esplendoroso mundo de Hollywood traz um peso necessário para compreender — o que não significa concordar — as difíceis e amargas decisões das personagens sobre sacrifícios, segredos ocultos e o preço da fama. É fácil amar, odiar, rir, chorar e tudo isso de novo, quanto se trata de Evelyn Hugo e seus amores!
-
E, considerados todos elementos, é muito difícil não se deixar levar por algum ponto ou refletir sobre o que ali está. Reid é tão intensa em sua abordagem quanto suas personagens! Não apenas por trazer temas cotidianos importantes como violência doméstica, feminismo e sexualidade para quem quer sair da zona de conforto e viver emoções intensas, mas também como um excelente retrato histórico e político sobre as questões que as cercam.
-
Em cada detalhe dessa obra, me vi fisgado e envolvido, mas, como jornalista de formação, foi com Monique e a parte profissional de seu drama que tive uma relação mais próxima. Não me entendam mal, todas as questões ao redor de Evelyn — para o bem ou para o mal — são bastante humanas, mas quando postas em sua realidade hollywoodiana e milionária acrescentam um grau de distanciamento que as torna mais difíceis de relacionar. Já Monique tem dificuldades mais mundanas, problemas para se impor, para pensar primeiro em si, para reconhecer o potencial que tem. Questões que me fizeram repensar diversas situações até aqui, profissionalmente, e também pessoalmente.
-
É difícil expor mais sem entregar os detalhes de Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, mas posso afirmar sem sombras de dúvidas que esse livro me despertou a vontade de conhecer não apenas os outros trabalhos da autora, como explorar cada vez mais histórias fora do meu padrão de leitura. Uma obra mais que recomendada!

Querida Evelyn Hugo,
Desprezo a maioria de suas atitudes, mas te admiro muito mais.

Com carinho,
Ace Barros

Quer aprofundar mais no papo?
Já leu e quer comentar? No próximo domingo, dia 29 de Agosto, às 20h, temos a discussão final sobre a obra lá no Discord.
Não leu ainda? Calma, em breve sai um episódio do podcast com spoilers para você escutar e participar da discussão.

Título: Os Sete Maridos de Evelyn Hugo | Editora: Paralela
Autora: Taylor Jenkins Reid | Tradução: Alexandre Boide
Ano: 2019 | Gênero: Romance, Ficção Contemporânea, Drama

COMPRE - SKOOB - GOODREADS